Pesquisar

22 de mar de 2012

Stalin queria formar um exército de HOMEM-MACACO?

Imprimir E-mail PDF Orkut Facebook Twitter Mais

Por mais doentio que pareça. é verdade. Yosef Stalin, um dos maiores ditadores da história, responsável pela ascensão econômica da URSS, tinha planos de construir um exército de homens-macaco. A ideia de Stalin era formar um exército, que fosse uma máquina de guerra. A ideia acabou não dando muito certo...
 


Stalin: projeto macabro lembra filme de terror
Documentos secretos russos revelaram, recentemente, que o ditador soviético Joseph Stalin ordenou a realização de experiências genéticas com oobjetivo de criar seres híbridos pelo cruzamento de humanos com macacos.
Arquivos moscovitas, de meados dos anos de 1920, registram as ordens recebidas pelo especialista russo em procriação animal, Ilya Ivanov, que deveria se dedicar à criação de um "super-guerreiro". Stalin teria dito ao cientista: "Eu quero um ser humano invencível, insensível à dor, resistente e indiferente à qualidade da comida que consomirem."
Trabalhadores que construíam um playground para crianças encontraram os laboratórios escondidos e esqueletos de macaco na cidade de Suchimi, região do Mar Negro - Georgia.
Na época, Ivanov ficou honrado com o "convite". Ele tinha estabelecido sua reputação no tempo do Czar quando, em 1901 estabeceu o primeiro centro de inseminação artificial do mundo; trabalhava cavalos de raça. A pesquisa do cientista era exatamente o que as autoridades sociéticas tinham em mente e, em 1926, Ivanov foi mandado para a África com 200 mil dólares para iniciar seu primeiro experimento: inseminação de chipanzés.
Ele usou a Estação de Pesquisa Francesa, na Guiné, onde mulheres africanas eram sequestradas para serem inseminadas com sêmen de gorilas. Enquanto isso, um Centro de Pesquisa, onde macacos seriam testados, foi instalado em Georgia, terra natal de Stalin. O Politburo, engajou a Academia de Ciência no projeto com ordens para a criação de uma "máquina de guerra viva".
Os mutantes faziam parte de um conjunto de medidas que deveriam conduzir a União Soviética ao lugar de nação mais poderosa do planeta, com novas cidades, nova arquitetura e nova sociedade. Os híbridos serviriam para recompor as Forças Armadas, esvaziadas com as guerras passadas. Além disso, seriam uma mão-de-obra perfeita; uma subcategoria de gente, submissa, incapaz de reclamar das pressões que seriam impostas pelo Plano de Industrialização. Os "homens-macaco" deviam ser fortes mas pouco dotados de inteligência.
Na África, as experiências de Ivanov foram um fracasso. Ele voltou a União Soviética; ali, em Georgia, onde procedimentos semelhantes aos realizados por Ivanov foram feitos em mulheres "voluntárias", os resultados também foram nulos. O cientista caiu em desgraça. Pelo fracasso, que custara caro aos cofres públicos, ele foi sentenciado a cinco anos de prisão; a pena foi comutada por um exílio na República do Casaquistão, na Ásia Central, em 1931.

Chipamzés e gorilas: destino de cobaia

Fonte: Sobrenatural

Nenhum comentário: