Pesquisar

11 de dez de 2011

Chile tem mina mais antiga das Américas

Imprimir E-mail PDF Orkut Facebook Twitter Mais

Arqueólogos encontram local que foi usado para exploração do subsolo há cerca de 12 mil anos
 

Abertura da mina milenar encontrada no Chile
Até agora, acreditava-se que os mais antigos registros de mineração no Novo Mundo datavam de 4.500 e 2.600 anos, na América do Norte. No entanto, uma equipe de arqueólogos coordenada por Diego Salazar, da Universidade do Chile, descobriu que uma mina localizada na atual cidade de Taltal, no norte do país, já era explorada há 12 mil.

O achado, divulgado em artigo publicado na revista Current Anthropology, revela atividade contínua no local por mais de um milênio. As informações sobre a localização das minas, as propriedades do óxido ferroso e as técnicas para explorar e processar os minerais foram passadas de geração em geração, consolidando a atividade na região. Além de ser a mais antiga do continente, a mina de Taltal contava com um sistema de produção organizado, com trabalhadores qualificados e certo grau de hierarquização social.

As evidências encontradas mostram que o povo huentelauquen, que habitava a região, usava o óxido ferroso como pigmento para pintura do corpo, tecidos e utensílios de pedra e ossos. Em meio às escavações, os pesquisadores acharam também carvão, conchas e martelos de pedra, o que indica que a atividade mineradora foi contínua em Taltal.
 

Nenhum comentário: