Pesquisar

17 de abr de 2012

Do Descobrimento às Capitanias Hereditárias de forma ilustrada

Imprimir E-mail PDF Orkut Facebook Twitter Mais


Procurando um jeito mais didático de lecionar história? Ou um jeito deferente de estudar ela?
Neste texto, de uma forma bastante divertida, veja um pouco mais da história do Brasil desde o descobrimento (ou conquista) do Brasil em 1500 até a divisão do País em Capitanias Hereditárias, a forma encontrada pelo governo português de assegurar o controle das terras em mãos lusitanas.








Portugal, 22 de abril de 1500, Pedro Álvares Cabral parte com sua esquadra e cerca de 1,5 mil homens,  com destino as Índias.


Erram o caminho e descobrem o Brasil. Atingem o litoral sul da Bahia, na região da atual cidade de Porto Seguro.  O desembarque aconteceu no dia seguinte, 45 dias após a partida de Portugal. Ao chegarem a terra firme encontram com os índios nativos do território.


A esquadra continua a viagem para a Índia no dia 2.


E, em 26 de abril, é rezada a primeira missa no território.

A partir de 1530, tem início a colonização efetiva, com a expedição de Martim Afonso de Sousa, cujos efeitos foram o melhor reconhecimento da terra, a introdução do cultivo da cana-de-açúcar.

Portugal temendo ter seu novo território invadido decretou, em 1534, por meio de Dom João III a divisão do território brasileiro em 15 faixas de terras que começaria no litoral e terminaria na linha do Tratado de Tordesilhas, forma que havia sido feita nas Ilhas do Atlântico. A esta divisão de terras deu-se o nome de Capitanias Hereditárias.

Mapa ilustrando capitanias hereditárias

Mapa ilustrando tratado de Tordesilhas

Pesquisa: Só História



2 comentários:

Meri Emeli disse...

Interessante e muito boa seleção de imagens. No entanto, se bem me lembro, Santa Maria, Pinta e Nina era a esquadra de Colombo e não de Cabral.

Rafael Lapuente disse...

Sim Meri, você está correta. Vou corrigir o equivoco do texto. Muito obrigado e um forte abraço!